sexta-feira, 1 de agosto de 2014

A Culpa é das Estrelas - John Green


Título| A Culpa é das Estrelas
Autor| John Green
Editora| Edições Asa
Páginas| 256
Compre na Wook|  14.31€

Já li e reli este livro e no entanto eu não consegui encontrar nele o "tanto" que toda a gente vê! Para além disso, demorei a fazer a resenha porque na verdade não via uma boa razão para fazer, porque afinal de contas se ainda não ouviram falar neste livro é porque vivem num buraco no fim do mundo... Mas enfim! Meti na cabeça a algum tempo que faria resenha de todos os livros que li e por isso cá estou eu.

Inicialmente quando as pessoas começaram a ouvir falar deste livro, pensavam, tal como eu, que se tratava de uma daquelas histórias tristes (não é que esta não seja) em que acompanhamos a história de uma pessoa com cancro... Mas na verdade não se trata apenas disso. A Culpa é das Estrelas é mais do que uma história sobre o câncro, é um romance adolescente em que, sim, os protagonistas têm cancro, mas vivemos com eles muito mais do que a doença... Vivemos os seus desejos, as suas emoções, a sua vida para além disso.

Esta história é-nos narrada pela Hazel Grace, uma adolescente com cancro na tiróide que acabou por se alastrar para os pulmões e por isso ela tem de viver com uma cânula no nariz, ligada a uma botija que lhe fornece oxigénio. Um dia a mãe da Hazel "obriga-a" a ir a um daqueles grupos de apoio e é aí que ela conhece Gus, um ex doente de cancro que se encontra em remissão. E assim que a história começa!

Uma coisa que é importante perceberem, é que na verdade eu gostei do livro! Mas eu li-o com as expectativas muito muitooo altas e no fim ele não se tornou um dos meus favoritos, e embora o final seja muito triste, só na segunda vez que eu o li é que soltei uma lagrimita. Além disso, a maioria das leitoras ganharam uma grande paixão platónica pelo Gus, mas eu não consegui achar nada de interessante e que eu realmente gostasse nele. É fofo tudo o que ele faz pela Hazel, mas mesmo assim penso que ele simplesmente não faça o meu género.

No entanto, penso que a minha opinião possa vir a mudar quando vir o filme! Acreditam que eu chorei quando vi o trailer? Pois é! Algo que um livro com mais de 200 páginas não fez, um trailer com menos de 5 minutos conseguiu e por isso eu estou muito entusiasmada mas infelizmente não tiver oportunidade de vê-lo nos cinemas. Penso que um dos fatores que fez com que eu não gostasse assim tanto do livro foi a tradução, pois muitas das frases épicas que se encontram aí pelo facebook, são completamente diferentes cá em Portugal.

Mesmo assim, embora a minha resenha seja confusa e eu própria não consiga perceber se recomendo ou não o livro, o facto é que mais de 95% das pessoas que o leram, super recomendam, e por isso não perdem nada em ler. Para aquelas pessoas que amam o livro, por favor não deixem comentários agressivos e desnecessários. depois de ver o filme virei aqui falar sobre ele ;)
Beijooo

Outras capas:

6 comentários:

  1. Já li e gostei muito! Não se juntou aos meus preferidos também, mas gostei! Ainda não vi também o filme, mas estou ansioso por ver!! :)

    johnsreportblog.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu ainda não vi :( mas quero memso muito ver

      Eliminar
  2. Acho esse livro superestimado demais! Mas gostei da leitura, é um livro de cabeceira ;)
    Seguindo, você escreve super bem..
    http://staffbooks.blogspot.com.br/2014/07/serie-maldicao-do-tigre-livro-01.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu. Não é O TANTO que dizem, mas estou muito ansiosa para ver o filme.
      Muito obrigada Thassy, seja bem vinda <3
      Beijo

      Eliminar
  3. Poxa que pena que não foi "tudooo aquilo" que falam pra você. Eu também li com as expectativas altíssimas mas para mim funcionou HUSHA O livro me surpreendeu porque eu nunca havia lido nada sobre câncer e o jeito que o Green escreveu sobre isso me emocionou. O Gus é um amorzinho mas eu prefiro o Isaac HUSAHU E assista o filme porque mesmo que o livro não tenha entrado nos seus favoritos vale muito a pena ver o quão bem adaptado ficou *-*
    Beijoos,
    setimaondaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não consegui gostar do Gus, e a maneira como eu imaginei o Isaac na minha cabeça, acabei por não gostar dele também, mas enfim... Estou à espera para ver o filme.
      Beijo

      Eliminar